Tipos de Blindagem Para Carros

A blindagem para carros é um modo que algumas pessoas, que podem arcar financeiramente com os custos, encontraram de se proteger da violência. Um carro blindado está protegido de armas de fogo.

Obviamente, que quando a blindagem foi criada o seu “alvo” não eram os carros particulares, e sim, os transportes de guerra. Mas, com o alto índice de violência com armas de fogo nos grandes centros urbanos, não demorou muito a ser adaptado para o uso particular, principalmente, no Brasil e na Colômbia.

Exigências Para Blindagem de Carros

Não basta decidir blindar um carro e pronto, para fazer a blindagem é necessário obter uma autorização do Exército, mesmo assim, a empresa que faz o trabalho também deve ser registrada, deve ter um Certificado de Registro cedido pela instituição. Além disso, essa empresa só pode fazer a blindagem se tiver um alvará da Polícia Civil chamado D.P.C.

Para cada carro, a polícia deve dar uma autorização específica, que é feita em um formulário que é distribuído pela própria instituição. Toda essa burocracia é para garantir que os carros não sejam blindados para uso indevido, por pessoas, por exemplo, que pretendam cometer crimes e se proteger da polícia.

São exigidos os seguintes documentos das pessoas que querem blindar um carro: CPF, RG, CRLV – certificado de registro e licenciamento de veículo, comprovante de residência, atestado de antecedentes criminais, que é concedido pela Polícia Civil do Estado, mais certidões negativas criminais Militar, da Justiça Estadual e Federal dos últimos 5 anos.

Caso o carro seja para ser usado por uma empresa, também é exigido uma Certidão de Antecedentes dos distribuidores Militar, Estadual e Federal de cada uma das pessoas que são sócias, os gerentes também. Esse documento deve ser das Comarcas que elas viveram nos últimos 5 anos.

Os Tipos de Blindagem: Níveis

  1. Suporta ataque de ferros e pedras e calibres 22 e 38.
  2. Suporta ataque de armas do nível I-A e Magnum 357 e pistola 9 mm.
  3. Suporta todas as que já foram faladas e mais a submetralhadora Uzi e a Magnum 44.
  4. Suporta todas as que já foram faladas e mais: os fuzis G36, AR-15, AK-47, M16 e G3.
  5. Além de todas as que já foram faladas, suporta até mesmo granadas.

Quanto Custa a Blindagem Para Carros?

A frota de carros no Brasil é impressionante, um para cada 8 pessoas, somando um total de 20,5 milhões de veículos, segundo última pesquisa. Estamos em nono lugar no mundo, como o país mais motorizado do mundo. Dá para perceber essa “quantidade toda” no trânsito, pelos engarrafamentos sem fim nas grandes cidades, que começam a chegar até mesmo nas menores.

Cresceu o número de veículos, aumentou também aqueles que possuem blindagem, no ano de 2013, o Brasil foi líder no mundo de vendas desse tipo de carro, ficando à frente da Colômbia e dos Estados Unidos. Calcula-se que no Brasil pelo menos 15 mil carros blindados estão circulando pelas ruas.

Porém, como foi dito anteriormente, não é simples conseguir colocar a blindagem no próprio carro. O primeiro passo é escolher entre as 45 empresas que atuam no país, qual será aquela que fará o trabalho para você. Neste ponto, todo cuidado é pouco. O preço mais baixo pode significar blindagem parcial, algumas empresas, por exemplo, não colocam o material nos vidros.

Não dá para pensar em blindar um carro e gastar pouco, é um processo caro e burocrático. Se você encontrar uma oferta muito boa, isto é, barata, desconfie imediatamente. Outro detalhe que você deve levar em consideração é que nenhum dos tipos de blindagem, são 4, garantem um automóvel 100% protegido. Existe sempre uma “porta” de passagem para um projeto.

A Garantia da Proteção

Você fica pensando, então para que serve a blindagem se não tenho a garantia ao 100%, mas para que um bandido consiga acertar uma pessoa dentro de um carro blindado ele teria que conhecer os pontos “livres”. Porque esses lugares são entranhas e ele teria que ser um grande atirador, com mira olímpica.

A ideia da blindagem é dar ao motorista um tempo para escapar do perigo, ele não deve ficar estático esperando ver o que vai ocorrer. O motorista tem mesmo é que tentar fugir do ataque. Porém, os donos dessas empresas garantem que não basta dirigir um carro blindado, mas é necessário saber como se proteger para evitar acidentes.

Como é o Passo-a-passo Para Colocar Blindagem no Carro

1- O primeiro passo é conferir o peso do carro, pois com a carga da blindagem é de 130 quilos, podendo ser superior a isso, em alguns casos.

2- Para colocação da blindagem o carro é completamente desmontado. Saia a capa do teto interna e também o forro dos vidros, bancos e portas. Só fica painel, motor e lataria. Por isso, é muito importante que seja escolhida uma empresa competente que consiga remontar o carro.

3- A primeira parte que é blindada é a lataria, seguida, do teto, das portas e de todas as partes que são planas. Nessas peças são colocadas a manta de fibra de aramida.

4- Nas colunas e próximo aos vidros são colocadas chapas de aço inox e a espessura de cada uma delas é de 3 milímetros. O material também é colocado atrás de cada uma das maçanetas e também atrás dos espelhos retrovisores.

5- Nas rodas são colocadas um cinta de emtal fina, que mede cerca de 2,5 milímetros, essa proteção serve para impedir que os pneus sejam atingidos por um tiro e esvaziem. Se isso acontecer, o carro consegue percorrer pelo menos 20 quilômetros, mas a velocidade deve ser baixa.

6- Todos os vidros são substituídos, aqueles que vem de fábrica são retirados e são colocados outros que suportam munição de até calibre 44, normalmente, a espessura desse material varia entre 18 a 21 de milímetros.

7- Através de um filme plástico são colocadas cinco lâminas, uma fixada na outra, e na parte interna acrescenta-se o policarbonato, o mesmo material que é usado nos faróis dos carros convencionais. Esse material serve para que caso o vidro seja baleado, os estilhaços não se desprendam e atinjam as pessoas ao interno do veículo.

8- Para terminar, o carro é montado novamente e antes de ser entregue para o dono, é feito um teste, chamado de “chuveiro”, para garantir que a cabine está mesmo protegida. Além disso, é feita uma checagem para saber se existe algum tipo de ruído.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *