Os Carros Mais Fáceis e Baratos de Consertar

As listas que trazem carros com maior facilidade de serem concertados tem importância fundamental em termos de mercado. Consumidores podem sabem em quais modelos investir para diminuir as chances de ter alto custo em todos os tipos de manutenção. As companhias de seguro consegue saber quais unidades devem ter preços baixos no pagamento do prêmio também ao levar em conta índices do gênero.

Antes de comprar o carro existe a necessidade de consultar os principais índices e por consequência ficar tranquilo quanto à média dos preços que o seguro cobre para fazer a cobertura contra batidas no trânsito. Carros fabricados na Europa têm menores chances de conseguir destaque nos rankings ao levar em conta que por vezes as peças de reposição não estão disponíveis com facilidade ou preço baratos na média do mercado nacional, conforme aponta grande parte dos especialistas.  Antes de comprar analise para não ter problemas no momento em que vender o veículo.

Existem dezenas de instituições de pesquisa que trabalham de forma exclusiva para informar aos consumidores quais melhores produtos a consumir. Em termos práticos são usados tanto limites em termos de qualidade nacional como internacional. Depois de análises que acontece o ano inteiro surgem resultados de melhores opções do ano. Entre as pesquisas que existem do gênero cabe ao destaque ao índice CESVI.

Imagem de Amostra do You Tube

            CESVI: Índice Car Grupo dos Caros Fáceis e Baratos de Consertar

Esse representa taxa com respeito máximo em termos nacionais. As estatísticas da instituição são divulgadas de forma mensal e interferem no mercado ao ponto de valorizar e desvalorizar modelos. Profissionais especialistas realizam baterias de exames no sentido de testar e comprovar quais carros trazem menores preços em termos de concerto. Na análise quantitativa não existem apenas número sobre valores como também facilidade em encontrar a peça no mercado, agilidade no serviço, entre outras modalidades.

            Como os Veículos são Testados no Índice Car Grupo?

Cada instituição de pesquisa possui temas e procedimentos próprios para saber quais os carros com maior facilidade de concerto. Unidades que pertencem ao mesmo tipo de categoria fizeram testes semelhantes. As batidas entre os carros acontecerem na velocidade entre quinze e vinte quilômetros por hora. Os estragos tinham que atingir no máximo quarenta por cento não apenas da frente como na parte traseira do veículo. De acordo com profissionais que participaram da pesquisa essas são consideradas as medições principais de acordo com os padrões do mundo internacional.

Imagem de Amostra do You Tube

Cada unidade que participou da pesquisa recebeu de forma prática os valores semelhantes em termos de danos na parte da frente e atrás do carro. Depois de receberem impactos os automóveis seguiam para a oficina estabelecida em laboratório repleto de analistas e tecnologia para fazer as análises. Cada técnico faz análises distintas para quantificar os resultados.

Em cada mês a instituição faz a contabilidade dos modelos que participam da pesquisa. No final da temporada de vendas, cujo período demora cerca de um ano, os veículos que demonstraram menores valores ganham os prêmios de melhores anuais.  A contabilidade vai até o valor de sessenta, visto que modelos com valores menores na média são os mais fáceis e baratos de concertar.

Vale ressaltar que os índices de qualidade e quantidade, inclusive na batida, leva em conta medidas internacionais. Porém, quando os carros da pesquisa são unidades construídas no Brasil as chances de batidas leves trazem maiores estragos aumenta ao levar em conta que veículos europeus possuem material de melhor qualidade na estrutura da carcaça, por exemplo, o que pode ser forma de controvérsia ao respeitado índice.

Como Concertar Carro

Como Concertar Carro

            Quais os Carros Mais Fáceis e Baratos para Concertar em 2013?

01. Toyota Etios Sedan: Conforto não apenas dentro do carro, como também na hora de dirigir destaca a presença do modelo no mercado. Notícia interessante está no fato de que o carro se encontra na primeira posição da respectiva categoria no ranking Car Group, décimo terceiro na lista geral. Especialistas apontam que dentro do mesmo gênero de automóvel foi testada uma dúzia de unidades distintas. De acordo com os técnicos da instituição, o veículo manteve a posição no índice geral entre março e julho de 2013.

02. Citroën C3: Outro veículo que caiu no gosto do consumo de luxo para a classe média brasileira. Representa modelo compacto, unidades com maiores chances de trazerem danos quando acontecem batidas, por isso existe a necessidade de investir em modelos com pelo menos airbags na estrutura de defesa da segurança do carro. Ficou na primeira posição entre os modelos compactos do índice, segundo lugar entre todos os carros analisados no sentido de saber quais modelos mais fáceis e baratos para fazer o concerto. O carro está entre quatorze primeiros do final de 2012 até a metade do ano de 2013.

03. Volkswagen Polo Sedan: Representa tipo de Seda conhecido entre a classe média brasileira que aposta nos carros de luxo. Veículo com amplo espaço interno e recursos de defesa avançados ao levar em conta que estrutura de defesa. Existiram doze modelos nos testes da categoria. De acordo com o índice as estatísticas estão positivas e em ascensão desde a metade do ano de 2012 até o mesmo período do ano de 2013.

Um Dos Melhores de 2013

Um Dos Melhores de 2013

04. Peugeot 208: Veículo popular que possui estrutura em níveis compactos. Quarta posição no índice, empatado com veículo da VW. Ao contrário de grande parte das categorias, no gênero compacto em que o veículo participou dos testes foram dezesseis unidades durante a análise. A posição ficou para no quinto lugar do índice geral desde abril, mês em que na verdade começou a fazer parte das análises da instituição. Representa modelo que se encontra estável nos custos para concertar veículos.

O índice tem respeito máximo no mercado nacional. As análises das estatísticas da instituição são divulgadas de forma mensal e interferem no mercado ao ponto de valorizar e desvalorizar modelos. Profissionais especialistas realizam baterias de exames no sentido de testar e comprovar quais carros trazem menores preços em termos de concerto. Na análise quantitativa não existem apenas número sobre valores como também facilidade em encontrar a peça no mercado, agilidade no serviço, entre outras modalidades.

Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>