Gasolina Que Reduz Emissões de Carbono

Uma parcela razoável das emissões de carbono se dá por meio da queima de combustíveis fósseis promovida pelos carros. Como a humanidade não tem mais como encontrar um estilo de vida que não utilize carros movidos a combustível se mostrou necessário pensar em outra solução.

Saiba mais sobre a gasolina que reduz as emissões de carbono e assim contribui para que os veículos causem menos danos ao meio ambiente. Quem sabe essa é uma primeira solução para um dos principais problemas que assolam as grandes cidades.

Gasolina Menos Poluente

O Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) estabeleceu que os veículos leves nacionais e importados assim como as motocicletas passassem a ser fabricados com motores diferentes que geram uma emissão de poluentes reduzida, resolução que se tornou válida a partir de 2014. Com isso os postos de combustível do país também passaram a vender gasolina com menos poluentes.

O combustível passou a ser mais limpo para obedecer aos limites máximos de emissões de poluentes que foram definidos pelo Conama. Atualmente a gasolina é do tipo S50 e possui cerca de 94% menos enxofre que a gasolina comercializada nos postos até 2013. Também estava sendo distribuído o diesel S10 que oferece um menor potencial de emissões de poluentes.

Controle de Poluição

As alterações na gasolina para que ela seja menos poluente fazem parte das medidas tomadas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) para fazer um controle mais rigoroso da poluição. Trata-se de uma atitude efetiva para fazer o controle das emissões, pois o país todo tem se adequado as exigências e os veículos tem poluído menos no trânsito.

Motores

Os carros também fazem parte desse processo de mudança já que os veículos produzidos aqui e também os importados (incluindo as motos) seguem as regras impostas pelo Conama. Para se ter uma ideia do controle que está sendo realizado os modelos novos de carros que entram no país precisam ter o seu motor homologado pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA).

As medidas são válidas tanto para os veículos que são chamados de leves como para motos e também veículos similares. No ano de 2015 as duas ações irão se complementar, a mudança dos motores e o combustível que polui menos. O objetivo é que a poluição possa ser reduzida.

Raio-X da Gasolina Menos Poluente

A nova gasolina é menos poluente e agressiva ao meio ambiente, ela já se encontra nas bombas dos postos de combustível, mas nem todo mundo sabe do que se trata. A nova versão chegou para substituir a anterior que era mais poluente. O nome dado a nova gasolina é S-50 e oferece alta eficiência devido a sua menor concentração de enxofre que quando queimado libera cerca de até 60% menos gás carbônico e óxido de nitrogênio na atmosfera.

O combustível foi desenvolvido pela Petrobras e recebeu o nome de S-50 pelo fato de que concentra menos enxofre na sua fórmula, algo como 50 partes por milhão em contraponto a mais de 800 partes por milhão que são encontradas na S-800 que é a gasolina antiga. Além de produzir menos fumaça no automóvel essa gasolina causa menos impacta para ser produzida. A natureza e a saúde das pessoas saem ganhando.

Benefícios

A S-50 é uma gasolina menos poluente que trará benefícios para a sociedade como um todo em especial para os motoristas. O combustível tem alto desempenho e com isso protege o motor dos veículos da formação de depósitos de resíduos de combustível nos bicos injetores, válvulas e câmaras de combustão. Os proprietários farão menos manutenções automotivas.

Preço

Uma questão que tem levantado algumas dúvidas dos motoristas é se o preço da gasolina será reajustado devido a essa mudança. Os especialistas garantem que não haverá reajuste no preço mesmo se tratando de um produto com mais qualidade. Também foi informado pelo Petrobras que o diesel S-1800 não será mais utilizado para fins rodoviários, será substituído pelas versões S-10 e S-500 que são menos poluentes.

A Mensuração da Sustentabilidade

Já faz algum tempo que o discurso da sustentabilidade tem ganhado destaque na mídia devido a necessidade real de que a humanidade pise no freio da emissão de gases do efeito estufa, produção de lixo entre outras questões. Estamos passando da fase de um discurso poético para a etapa da mensuração de que maneira isso pode e será feito.

Dentre as políticas sustentáveis que vem ganhando terreno estão a redução do consumo de água e energia, da emissão de gases, produção de resíduos entre outras. Um exemplo prático de que finalmente toda essa atitude verde está se tornando mais racional e efetiva é a mudança dos motores dos automóveis e a criação de uma gasolina menos poluente. São ações que realmente tem impacto e que dão resultados reais que podem ser medidos.

Indústria

Não é somente nas emissões do dia a dia de todos nós que precisamos prestar atenção, pois as indústrias também tem grande responsabilidade sob as emissões que geram a poluição. Pensando nisso existe também um movimento no sentido de tornar as fábricas mais sustentáveis. Saiba mais a seguir a respeito dos indicadores que estão sendo aplicados a indústria e de que maneira eles visam reduzir os impactos no meio ambiente.

Indicadores

A indústria como um todo está embarcando na ideia de sustentabilidade e para isso estão sendo usados seis indicadores. O fabrico de qualquer produto sustentável deve levar em contar seis parâmetros que são: redução do consumo de energia para cada unidade produzida, redução do uso de água, redução da emissão de gases estufa, redução da produção de dejetos, aumento da cobertura vegetal e da quantidade de patentes para cada 100 mil habitantes.

Basicamente seria necessário que de um ano para o outro o fabricante fosse capaz de mostrar de maneira consistente e sólida que houve um trabalho no sentido de cumprir todos os indicadores dessa lista. É importante que haja um movimento no sentido de entender que o crescimento econômico não pode estar ligado ao consumo sem fim dos recursos naturais.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Combustível

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *