Tipos De Tuning: Top 12

Carros tuning são aqueles que possuem pelo menos alguma das partes do automóvel reposta sem ser original. Antigamente, os donos de carros ficavam felizes com unidades rebaixadas e novas calotas nas rodas. Hoje em dia, os condutores mudam os traços originais em níveis consideráveis, sendo que os traços deixam de parecer com o modelo original para se tornar veículo que possui o autêntico gosto dos donos ou donas dos carros.

Sucesso Dos Carros Tuning

Existem diversos filmes que trazem máquinas tunadas capazes de atingir alto nível de velocidade com pouco esforço físico por parte do condutor na potente direção. De certa forma, esta representa a tendência mundial do mundo jovem em modificar as estruturas das coisas, tais como os carros próprios, que de simples podem se tornar poderosos.

Tipos De Carros Tuning  

01: Tuning

Carros personalizados de maneira interna e externa, do pneu ao motor. Existem diversos tipos de categorias distantes. De forma usual o carro possui visual agressivo e esportivo que acaba distinguindo dos carros normais. Existem alguns locais do mundo que possuem campeonatos regionais amadores de tuning.

02: EXTREME

Carros que possuem séries de modificações dos formatos originais. Portas, motor, som, teto, enfim, quase todo o veículo é modificado, isso quando não acontece a substituição completa das peças. O investimento possui alto valor, por este motivo não representa indicação aceitável rodar nas ruas como modelos do gênero. A opção é preferida entre os colecionadores. Pode estar presente em exposições. Funciona mais como maneira de arte do que carro com potência.

Tipos De Tuning: Top 12

Tipos De Tuning: Top 12

03: DUB STYLE

Veículos cuja característica principal se encontra nos aros grandes existentes nas rodas. De preferência a cor deve ser preta, mais utilizada em nível mundial entre os veículos do gênero. Interessante notar que as modificações na parte externa são quase imperceptíveis. No entanto, representa regra a se seguir instalar som com alta potência e qualidade. Podem ser baixos em demasia, caos dos Sedans, ou altos do tipo SUV (Veículo Utilitário Esportivo). Estrutura alargada e visual agressivo representam duas características existentes nos veículos DUB STYLE.

DUB STYLE

DUB STYLE

04: CUSTOM

Técnica empresa nos carros antigos no sentido de misturar os elementos, e ao mesmo tempo preservar a identidade antiga do estilo, mesmo compostos por tecnologia nova na parte interna, inclusive no sistema de motorização. Especialistas apontam que de maneira geral a parte mecânica é composta por processo automatizado.

05: STREET

Tipo de tuning ideal para ser utilizado nas ruas da cidade. Traz suspensão preparada para conseguir sobrepor aos buracos das vias e ao mesmo tempo desempenhar curvas fechadas em alta velocidade sem perder o poder de aderência e estabilidade. Representa o típico veículo de competição. Possui sons e rodas compostos de maneira impecável, com cada elemento garantindo o desempenho estilo. O grande destaque cabe por conta da parte mecânica Empregado com frequência para disputas de rachas em rodovias, algo contraindicado de acordo com o Código Nacional de Trânsito, punível por multas altas e problemas burocráticos na delegacia.

06: Hot Rod

Carros antigos feitos na primeira metade do século XX que são modificados com a implantação de rodas maiores e largas junto com motores potentes, caso do V8, por exemplo.

07: Tuning Som

Veículos que possuem novidades dentro do setor de alto falantes. Muitos veículos que contam com esta respectiva tecnologia multimídia entram na categoria. No Brasil está em constante crescimento, principalmente por causa dos eventos com som automotivos, caso do funk pancadão de rua.

08: RAT LOO

Mal visto por grande parte da classe executiva que não entende qual representa o verdadeiro significado da ação. Ou seja, existem condutores deixam de encontra graça em veículos antigos com aparência de carro velho, praticamente a uma milha do ferro-velho. De certa formas estas são unidades que camuflam a verdadeira capacidade na motorização e capacidade dinâmica, ambos modificados a estrutura original. Por conceito a imagem de péssima conservação deve estra presente somente na parte externa.

Algumas pessoas entender este tipo de veículo como o Hood Rice, termo que surgiu com os modelos de Fusca da VW chegou ao Brasil. Apreciadores deste tipo de veículo dizem que as marcas existentes no veículo nada mais significam do que às próprias cicatrizes.

Interessante notar que alguns proprietários apreciam a ideia de aplicar técnicas de formas de artes no sentido de causar envelhecimento artificial. Método contraindicado conforme opiniões de pessoas com perfil clássico que não dispensam o envelhecimento natural.

Outros preferem deixar a ferrugem presente pelo maior tempo possível, não se preocupando com a desvalorização que este tipo de tuning pode gerar no veículo para o caso de venda no mercado de usados.

De qualquer maneira, veículos tunados no estilo RAT LOO possuem suspensão rebaixada ao máximo para que motores trabalhem com ajuda do compressor acionado pelo motor ou gases do escape em consequência do acionamento dos turbos.

09: DUB STYLE

Representa etilo de vida de muitos norte-americanos que apreciam potência e aparência rústica. As rodas são compostas pelo maior número de aro possível. De preferência precisa ter tom cromado. O estilo é empregado em SUV do tipo luxuoso ou mesmo dos Sedans que pertencem às marcas de prestígio. O luxo deve estar presente no interior, visto que este representa veículo para demonstrar status.

No Brasil o estilo é representado de maneira principal nas Mitsubishi L200 TRITON, formato que se arrasta pelo asfalto. De certa forma os componentes do carro são mais forçados, causando reveses financeiros ao longo prazo aos condutores por causa das constantes revisões que são demandadas.

10: VIP STYLE

Carros tuning neste formato de tuning surgiram entre a classe executiva japonesa, que faz questão de exclusividade na pista. Em termos gerais a ordem é mistura exagero junto com os traços existentes na sociedade contemporânea. Fica bem inclusive nos veículos Toyota e Nissan. Existem algumas unidades japonesas das duas marcas que saem da fábrica no VIP STYLE.

11: JDM Tuning

O significado de JDM é JAPONESE DOMESTIC MODEL, sigla referente àqueles modelos considerados como incríveis, presentes de maneira constante em vídeos domésticos ou mesmos nas telas hollywoodianas. De forma geral possui visual sóbrio com desempenho em alto nível da mecânica ou alta tecnologia. Os tipos tradicionais ostentam capôs pretos em veículos Toyota.

Artigo escrito por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Carros Tuning

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *