Carros com Seguro Mais Caro no Brasil

Há séries de características que podem tornar caro o seguro do carro, do perfil de motoristas até o local no qual se mora. Seguradoras levam em conta os índices de criminalidade da região do proprietário. Clientes que não possuem garagem tem maiores chances de pagar alto preço na mensalidade. Necessário levar em conta os valores cobrados em média antes de comprar novos modelos automotivos.

Prêmio a Seguradora

Seguro do Carro

Seguro do Carro

Existem séries de pontos que servem para definir o valor a pagar para a seguradora, como a idade do motorista, sexo, entre outros. Caso a pessoa que detém a propriedade do veículo tenha carteira de motorista com menor de três anos, existem chances do valor da mensalidade aumentar em níveis consideráveis.

As características do perfil pessoal são importantes, assim como o local onde a pessoa mora, quais os costumes ao rodar, preferências para estacionar o carro quando se está longe de casa e número de acidentes no cadastro. Tudo isso pode interferir no preço do seguro.

Preço de Seguro e Valor do Carro

Não se pode ignorar o fato de que, mesmo aos perfis semelhantes de motoristas podem existir alta diferença na mensalidade por conta do modelo, em principal quando as políticas para cobrar têm base no valor de mercado. Preço para fazer seguro razoável fica no máximo em quatro por cento do valor total do carro. Qualquer coisa perto da casa dos dez por cento são caros, acima da média!

Índices de Roubo

Carros

Carros

Outro ponto que interfere no valor pago por mês está nos altos índices de acidentes e os roubos relacionados com modelos específicos. Por esse motivo que os carros populares com sucesso de vendas recebem prejuízo no seguro, visto que ladrões visam esses para encaminhar aos desmanches ilegais. Sem contar que na grande parte das vezes não trazem equipamentos que visam segurança ou a estabilidade para prevenir acidentes.

Cadastro Positivo

De fato os carros menos roubados e com índice baixo de acidente tendem a ter o seguro barato. Porém, não apenas as estatísticas influenciam na mensalidade. Seguradores podem acessar o cadastro positivo, ou seja, fazer procura no sistema de dados que também tem informações de outras companhias para saber as condições da história do segurado. Fato que pode favorecer ou prejudicar!

Modelos com Equipamentos: Frios ABS, alarme e outros equipamentos de segurança ajudam a baratear.

Importante ressaltar que os modelos novos possuem seguros baratos por ausência de estatísticas, em principal quando as peças à reposição não são caras.

Imagem de Amostra do You Tube

Carros Caros – Peças Baratas: Modelos que custam alto preço no mercado e que ao mesmo tempo possuem peças que são encontradas com facilidade no Brasil também têm seguro mais barato do que aqueles carros com peças de alto valor que demoram a chegar por causa do processo de exportação.

Lista de Carros com Seguro Caro no Mercado

KA 1.0 tem um seguro equivalente a cinco por cento do valor de mercado, ao passo que o Hyundai não ultrapassa a casa dos três por cento na média mercadológica, mesmo com o carro coreano custando quase o dobro do que o da FORD. Confira a lista de automóveis com seguros caros no mercado de acordo com a revista Exame:

  • Golf 1.6 – Total Flex 4P: R$ 3.743,65;
  • Siena Attractive 1.4 Flex: R$ 3.500,30;
  • Fiesta Hatch 1.6 8 v flex 5P: R$ 2.354,45;
  • Logan Expression 1.6 8 v Hi-torque: R$ 2.154,28;
  • Novo Fox BLUEMOTION 1.6 8 v 5P: R$ 2.210,78;
  • Novo Uno WAY 1.0 EVO Flex 4p            R$ 2.136,54;
  • Siena Attractive 1.0 Flex: R$ 2.108,57;
  • Celta LT 1.0 4P: R$ 2.062,64;
  • Novo KA 1.6 8 v Flex 3P: R$ 2.086,90;
  • Punto Hatch Sporting Dualogic 1.8 16 v: R$ 1.972,72;
  • Toyota Etios Hatch X 1.3 Flex 4p: R$ 1.877,83;
  • Novo Gol 1.0 Flex G6 4p: R$ 1.865,96;
  • Polo Hatch I-Motion 1.6 Total Flex 5P: R$ 1.851,52;
  • Novo C3 Hatch Tendance 1.5 Flex 08 v 5P: R$ 1.747,36;
  • Cobalt LTZ 1.8 Flex 4p: R$ 1.733,72;
  • Novo Fiesta Sedan SE 1.6 Flex 4p: R$ 1.702,10;

Verdades sobre Seguro

Imagem de Amostra do You Tube

De fato, pessoas com veículos antigos possuem maiores chances de pagar por mensalidades caras do seguro. Isso acontece por causa da dificuldade em encontrar peças para reposição. Esse fato é levado em conta no cálculo do prêmio. Especialistas indicam ser necessário trocar o carro entre cada três ou cinco anos.

Outra verdade a se considerar é que os bloqueadores e rastreadores podem reduzir o valor do desconto em até vinte por cento do valor. Os dispositivos de segurança protegem e indicam a localização do carro nos casos de roubo.

Pensar que mulheres dirigem mal é coisa do passado. Há tempos que elas pagam menos do que os homens por conta do cuidado e da cautela ao volante. Especialistas apontam que podem pagar em média de dez por cento a menos do que o público masculino, responsável por mais de setenta por cento dos acidentes de trânsito no Brasil.

O seguro do carro apenas pode ser renovado para os casos nos quais a documentação está em dia. Apenas depois de verificar o segurador garante a emissão da apólice de seguros. Do contrário se faz necessário pagar os impostos antes de contar com o benefício do serviço.

.

Outra verdade está no fato de que os roubos impactam de modo direto nos valores do seguro do carro. A diferença em questões de acidentes, segurança e regiões são pontos levados em conta no momento de precificar o serviço de seguro.

Vale ressaltar que o seguro do carro pode sair mais barato para as pessoas que possuem garagem, o valor que diminui em pelo menos vinte por cento. Companhias entendem que o carro na rua representa maior chance de ser roubado.

Por fim e não menos importante está na evidência de que deixar de pagar o seguro de carro faz com que o mesmo seja cancelado. A inadimplência resulta em perda da apólice.

Se o cliente deixar de pagar parcela do prêmio referente ao valor do seguro até a data de vencimento existe o direito de cancelar a vigência da apólice. Por vezes a empresa pode enviar endosso na redução do prazo de validade.

.

            Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>