Moto Com Câmbio Automático DCT

Em termos práticos existem pessoas que não conseguem desempenho qualitativo ao trafegar com motos por causa da dificuldade que existe em trabalhar com a estrutura de embreagem. Com a tecnologia dos dias atuais esse tipo de problemas pode ser resolvido com facilidade ao encontrar modelo que funcione com câmbio automático, presentes de forma principal entre modelos Scooter.

Problemas Aos Iniciantes

De qualquer maneira os principais problemas acontecem com iniciantes no mundo da motocicleta e que possuem poucos anos de registros na CNH. Há quem diga que fazer a troca de marcha no tempo do motor representa espécie de arte reservada para poucos que conseguem desenvolver a perícia após longos anos de experiência. Na prática, quase todos os iniciantes tiveram problemas do gênero.

Seja em épocas antigas ou nos dias atuais administrar a alavanca do câmbio junto com a embreagem representa em ato considerado como vilão entre as pessoas que trafegam com moto e não possuem experiência. Interessante notar que esse fato faz com que grande parte dos aspirantes seja reprovada em exames práticos. Por causa desse tipo de problema existem pessoas que desistem de trafegar com grandes motos para apostar em modelos do tipo Scooter que traz transmissão da marcha automática e melhora a vida de quem está dirigindo na máquina em cima das duas rodas.

DCT: Dual Cluch Transmission

Quem tem o medo de trabalhar com embreagem pode perceber que o sonho se encontra distante, tirando as pessoas que possuem por volta de oitenta mil reais à vista para comprar motos grandes com transmissão avançada que funciona de forma automática e tem o título de DCT. Em modelos do gênero não existe a alavanca e por consequência a transmissão atinge seis marchas com trabalho feito de forma automática por duas embreagens, tipo de tecnologia que foi migrado dos automóveis ao mundo do motociclismo.

De acordo com especialistas em DCT existe a tecnologia que trabalha no sentido de escolher a marcha lenta ou rápida de acordo com a necessidade que existe nas pistas, fato que melhora de forma considerável a vida de motoristas que se atrapalham com uso da embreagem. Em outros países o custo de modelos do gênero são mais baixos do que no Brasil, país no qual a precificação de modelos com esse tipo de ferramenta tecnológica gira em torno de setenta mil e oitenta mil reais.

Não se pode ignorar o fato de que condutores deixam de ficar preso ao comportamento automático e podem selecionar a marcha de acordo com a sua preferência. A facilidade também se encontra no método de transmissão ao levar em conta que para modificar o quadro de marcha basta acionar a tecla positiva ou negativa que se encontram na parte esquerda do guidão em grande parte dos modelos que possuem tecnologia DCT.

Tecnologia Eficaz: DCT             

Esse tipo de tecnologia funciona de forma parecida com a transmissão convencional, porém os movimentos acontecem de forma automática ou com o uso do aumento ou regressão da marcha sem ter que usar a embreagem. Na prática existem não apenas dois câmbios como também a dupla embreagem que garante a troca constante sem demonstrar problemas no caminho.

Em suma os especialistas indicam que o comportamento acontece sem problemas ao levar em conta que cada câmbio e embreagem têm o funcionamento para unidades de marcha par e ímpar. Com a constante troca, um trabalha enquanto o outro se prepara para ser acionado, independente quando acontece regressão ou aumento na marcha. Nesse sentido, quando a moto se encontra na segunda marcha em um câmbio, o outro está pré-engatado para acionar primeira ou segunda marcha, ou seja, fica em modo de espera.

De fato, poucos são os sistemas que funcionam com problemas, ou usuários que reclamam de problemática com o constante uso da transmissão. O trabalho acontece sem gasto adicional de combustível, o que se nota ao perceber que também não existe derrota em termos de potência. Esse tipo de tecnologia representa oferta que foi acatada com qualidade no mercado e consiste no principal tipo de transmissão automática de motos no futuro, fato que não implica dizer que o conjunto das transmissões convencionar deve receber a abolição por causa do uso de embreagem.

De qualquer maneira, existe a opção DCT que sem sombra de dúvidas torna mais fácil a vida de motociclistas que possuem problemáticas no sentido de trocar a marcha depois de acionar a embreagem. Com o tempo e aumento da tecnologia os preços devem diminuir em nível considerável ao ponto de se tornarem populares. O nível de praticidade junto com a economia proporcionada por causa da troca de marchas no tempo certo são aspectos que beneficiam a vida de qualquer motociclista.

Não se pode ignorar o fato de que com menos preocupação no que tange à troca de marcha os (as) motociclistas possuem maior tempo para se concentrar em outros procedimentos vitais ao bom andamento do trânsito, como no caso de olhar mais ao retrovisor, por exemplo. Quanto maior o nível de concentração menos chances de acontecerem colisões ou até mesmo roubos.

Um Pouco de História

A tecnologia DCT surgiu nos modelos de carros no sentido de melhora a operação de sistemas automáticos, preferência de quem não consegue trabalhar de forma qualitativa com o uso da embreagem ou não possui a perícia de modificar as marchas de acordo com o tempo do motor. A história aponta que sistemas automáticos começaram aparecerem em modelos de motos norte-americanas ao final da década de setenta do século XX. Porém, excesso de problemas e pouco consumo no país mais consumista do mundo foram aspectos que interromperam o tipo de pesquisa e adaptação até o final dos anos noventa.

Em terras nacionais o mérito de fabricar motos com esse tipo de sistema fica por conta da Honda, líder no mercado brasileiro em termos de vendas. Além de introduzir, a montadora japonesa com matrizes montadoras no Brasil também tem responsabilidade em disseminar o sistema e por consequência encorajar outras montadoras a implantarem modelos do gênero aos brasileiros amantes do mundo motociclista.

Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Motos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *