Motocross Freestyle

As motos são verdadeiras paixões de quem curte esportes radicais, pois, com ela, dá para se fazer vários eventos onde a técnica e o perigo estão andando lado a lado, sendo essa adrenalina o que alimenta as pessoas que são loucas por esse tipo de aventura.

As motos, além de serem mais baratas e econômicas que os carros, ainda podem propiciar esportes como o motocross, as trilhas em florestas e muitos outros. Apesar de a paixão nacional ser o carro, muitas pessoas também não hesitam em ter uma moto em sua casa.

Não são somente as motos que são detentoras dos malabarismos, já que, com a bicicleta, também é possível realizar alguns movimentos incríveis. A única desvantagem é que a mesma não é motorizada, necessitando de um pouco mais de esforço de quem está sobre ela para tentar repetir os mesmos feitos de quem possui uma moto.

Voltando ao assunto das motos, o nosso artigo de hoje irá tratar sobre como as pessoas apaixonadas por motos  se divertem: assistindo ou praticando o motocross, que é o assunto do artigo. Aqui, você vai conferir um pouco mais sobre esse recente esporte, além de algumas informações bastante interessantes sobre o Motocross Freestyle, que é uma vertente relativamente nova do motocross. Vamos lá?

O Motocross

O Motocross é um esporte radical onde só sei aceitam motos, e que tem os nomes abreviados, normalmente, para MX ou MotoX. Em resumo, é uma modalidade esportiva na quais as motos de estilo off road competem entre si, em uma trilha definida. São vários os modelos e tipos de moto que concorrem, cabendo a cada competidor turbinar a sua máquina de duas rodas.

O motocross é muito mais que uma competição apenas de motores, já que os atletas precisam dominar a prática, ao trenar suas pernas, joelhos, tronco, pescoço e braços, já que, os choques obtidos com as manobras arriscadas são todas sentidas pelo corpo do atleta. O banco das motos, que é liso e longo, sem o degrau característico do passageiro é necessários nesses tipos de motos para promover ao competidor maior habilidade ao deslocarem seu peso a fim de fornecer maior tração na posição que for escolhida pelo competidor.

Como já dito, é de responsabilidade do competidor turbinar suas máquinas, cabendo a cada um decidir o que é melhor para sua moto com base em seu desempenho e em suas preferências na hora da disputa. Além disso, a estética também é importante, cuja a apreciação dela por parte do seu proprietário também tem suma importância para o seu resultado final na prova.

Para a realização das provas de motocross, os candidatos inscritos são classificados de acordo com a dimensão do motor de sua moto, utilizando os preceitos europeus, americanos e o tipo de motor que a moto apresenta, para dar o veredito final.

Como já dito, o preparo físico para a realização das provas deve ser muita, o que muita gente desconhece, achando que o piloto apenas dirige sua moto sem nenhum tipo de preocupação. Antes da prova, são realizados testes de aptidão física, a cargo de cada candidato, para avaliar se, realmente, ele encontra-se bem para a realização da prova. O motocross exige de quem se encoraja a disputar tais provas que tenha força, sobretudo, nos braços, pernas, quadris e nos glúteos.

Uma das dificuldades de se perceber o preparo físico por trás da técnica por parte dos espectadores é a de que os motoqueiros, quando estão disputando, utilizam roupagens extensas, botas e outros acessórios que tornam difícil perceber qualquer preparo físico. Tudo isso, somado à temperatura em que se encontra o piloto já que, com tantas roupas e equipamentos, ao suar, o piloto não tem por onde escorrer o líquido, reação da pele que é natural, pois tem a função de esfriar o corpo. Por não ter onde o líquido escorrer, a temperatura corporal aumenta, exigindo mais esforços para quem está pilotando a moto. Para se ter uma ideia, quando o piloto realiza um salto, por mais radical que seja, para os observadores, é o ápice de toda a corrida, diferentemente para os pilotos, no qual é  um momento de descanso e relaxamento para o corpo.

Para que o piloto realize uma boa corrida, o mesmo deve prestar atenção em alguns detalhes na pista, como as ultrapassagens a serem realizadas e as curvas presentes no percurso.

São vários os competidores brasileiros premiados em mais diversos campeonatos de motocross no mundo, como Milton Becker, que já levou para casa mais de 14 títulos nacionais, além de motocross, em modalidades do Super e Ultracross. Além disso, Becker é o piloto em atividade com o maior número de títulos, contabilizando dez deles em sua brilhante carreira em máquinas de duas rodas. A fabricante de motos Honda é a marca com maior número de títulos: 52.

O Motocross Freestyle

Como já é de conhecimento, o motocross em si é um movimento bastante recente na categoria de esporte, e o motocross frestyle é mais recente ainda. Isso porque é uma modalidade que nasceu com um objetivo diferente do motocross: como o próprio nome já diz, é totalmente livre: o piloto não realiza trilhas ou corre em um circuito, mas, sim, apresenta aos espectadores e jurados manobras com bastante técnica  e adrenalina, e uma pitada de perigo.

O vencedor do motocross freestyle recebem a pontuação conforme  o nível das acrobacias feitas, o estilo apresentado, a dificuldade, o melhor uso do percurso que é definido pelos organizadores e, claro, pela reação apresentada pelos espectadores.

São várias as manobras realizadas por esse estilo de motocross, como o backflip, que foi realizado em sua plenitude pelo competidor Carey Hart, que fez uso de uma rampa que fora construída sob medida para a realização da manobra. O double backflip é outra modalidade que também apresenta grau de dificuldade elevada também é realizada por muitos competidores, alguns sem utilizar a rampa especial.

O competidor brasileiro que realiza do backflip é Gilmar Flores, que tem o nome “joaninha 99! Para utilizar nas competições. É campeão brasileiro dessa modalidade do motocross, angariando outros prêmios em outras competições de motos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Motos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *