Agência de Motos

Encontrar uma agência de motos de confiança para comprar uma moto usada é complicado, pois se trata de um bem de valor agregado que necessita de cuidados na escolha. Numa loja de motos é possível encontrar uma grande variedade de marcas e modelos o que garante mais chances de fazer uma escolha assertiva, mas é bom saber exatamente o que deve ser avaliado antes de dar o seu ok para a compra. Pensando nisso listamos abaixo algumas dicas especiais para quem vai comprar uma moto numa agência.

Dicas Para Compra de Moto Usada

Poder comprar uma moto 0 km é um grande sonho, mas a verdade é que são poucas as pessoas que dispõem de possibilidades financeiras para tal. Em muitos casos a moto usada se mostra uma alternativa viável para ter um veículo de trabalho ou mesmo para se deslocar. Já alertamos que encontrar uma moto seminova com pouco uso é difícil e você talvez tenha que se contentar com uma moto com um pouco mais de quilometragem.

Vantagens de Comprar em Agência de Motos

A principal vantagem de comprar uma moto usada numa agência autorizada é saber que se está fugindo de inúmeros problemas que poderiam ocorrer caso tudo fosse resolvido com o antigo dono da moto. Contudo, é claro que tal certeza e comodidade pode acabar pesando um pouco no seu orçamento. E mesmo estando negociando com uma agência de motos a dica é ficar atento a questões importantes, continue lendo e conheça essas questões.

Quais Itens Verificar Para a Compra de Uma Moto Usada

  • Documentação da moto

Os documentos de veículos do Brasil contam com o número do Renavam que é o número que permite verificar possíveis problemas que envolvam o mesmo. Através desse número existe a possibilidade de saber mais sobre o antigo proprietário do veículo bem como também o seu endereço.

Essa pesquisa permite saber se existem multas correspondentes a esse veículo ou mesmo se ele se encontra em processo de alienação, isto é, se está financiado. Se você contratar um despachante para fazer a pesquisa ele cobrará um determinado valor pelo serviço. No entanto, existe a possibilidade de fazer essa pesquisa por si mesmo sem custo algum através do site do Detran do estado a que ela pertence.

  • Chassi da Moto

Ainda nessa questão de segurança na hora de comprar uma moto usada, mesmo que seja numa agência de motos, indicamos que o comprador verifique a condição do chassi que fica na coluna da direção e consiste num código. Quando um veículo é roubado ou fruto de uma transação ilícita o chassi costuma ser raspado. Qualquer tipo de adulteração no chassi é sinal de alerta.

  • Questões Mecânicas

Algumas pessoas se sentem intimidadas quando lhes é dito que devem verificar questões mecânicas quando estão comprando uma moto. Não tem motivos para preocupação, pois mesmo alguém que não tem amplos conhecimentos técnicos pode saber se tem ou não algo errado. Verifique se o motor da moto está frio, você pode encostar a mão nele.

Estando frio você deverá dar a partida e então aguardar que a moto pegue com facilidade, se ouvir ruídos metálicos deve ligar o seu sinal de alerta. Quando esse tipo de ruídos se manifesta por mais do que alguns segundos é sinal de que existe uma folga em componentes como o virabrequim ou pistões. O que deve ficar claro é que ruídos persistentes não são bons.

Olhe também para o escapamento da moto, sair fumaça nem sempre é sinal de algo ruim, nos dias frios especificamente é possível que essa fumaça se manifeste por condensação. A preocupação deve começar no caso da fumaça que sair ser de um tom azulado. Observe qual a reação da fumaça conforme o motor for acelerado, se ela aumentar é porque pode estar acontecendo a queima do óleo.

  • Pintura nova

Encontrar uma moto com pintura bonita para comprar é realmente maravilhoso, mas cuidado que se a moto em questão já está na estrada há algum tempo e sua pintura brilhas como nova pode ter sido usada para esconder riscos, amassados e outros danos visíveis na lataria. Claro que se a moto não tiver muita quilometragem é fácil entender porque tem uma boa pintura.

  • Acessórios instalados

Sabemos que alguns acessórios ajudam a tornar o uso da moto mais prático como, por exemplo, bolsas laterais, espelhos e guidões. Porém, para que você não adquira uma bomba que vai te deixar com vários problemas no futuro a dica é observa a qualidade com que essa instalação foi realizada.

  • Nível de Óleo

Geralmente a vareta do óleo é fácil de ser acessada, tudo estará bem se o nível estiver correto. Contudo, a sua cor é outro ponto que deve ser considerado da mesma maneira que a sua consistência. Quando o óleo está claro é sinal de que está novo, já nos casos em que o óleo está escuro pode ser tanto porque o óleo está há algum tempo no motor ou mesmo pela ação de aditivos.

A verdade é que a textura é que irá te ajudar a saber o quão bem tratada foi essa moto, quando o proprietário antigo apenas mandava completar o nível do óleo o mesmo acaba ficando grosso. Pingue um pouco do óleo no dedo e verifique se está com textura de graxa e pegajoso.

  • Moto desmontada

Uma forma de saber se a moto que você está pensando em comprar já foi desmontada é verificar o motor. Observe os parafusos e as porcas que fazem parte do motor, caso elas aparentem ser bem mais novas que os demais componentes é sinalo de que foram mexidas. Dê uma olhada no cárter também que está situado logo abaixo do motor, conter marcas de raspadas tudo bem, mas nada estará bem se tiver sinais de soldagem.

  • Teste acelerador e embreagem

Quando esses comandos apresentam dureza que torna quase impossível sair com a moto do lugar é sinal de que o tempo de uso dessa moto está próximo do fim. O acelerador duro pode ainda ser indicativo de algum problema com o cabo e até mesmo que essa moto foi montada e desmontada muitas vezes.

  • Componentes das mãos e pés do piloto

Se tem componentes que merecem uma atenção especial estes são aqueles em que mãos e pés dos motociclistas tocaram como as manoplas, pedaleiras e manetes. As marcas de uso desses itens devem estar de acordo com o tempo em que a moto foi usada pelo motociclista.

A manopla apresentar pequenos ralados é algo normal e até esperado numa moto com boa quilometragem, contudo, se a manopla estiver extremamente gasta e ralada é sinal de tombo. Ter pedaleiras tortas ou uma borracha raspada também é sinal de queda. Liga o sinal de alerta se a moto tiver bons anos de uso e tiver todos esses componentes novos.

  • O banco da moto

Pare e pense, se uma moto está sendo vendida como usada com alguns bons anos de uso o banco deve apresentar algum tipo de desgaste, não é mesmo? Nos casos em que o banco destoa do resto da moto em termos de aparência de uso pode indicar que a mesma foi montada e desmontada.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Motos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *