Fábrica da Nissan no Brasil

Desde o começo do século XXI existem fábricas da Nissan em terras nacionais, o que favorece não apenas em gerar empregos para brasileiros como também em fabricar peças e por consequência auxiliar na economia doo motoristas que possuem veículos da marca. Tudo começou no Paraná, ano de 2002, quando a empresa começou a fabricar a Frontier e distribuir não apenas ao hemisfério nacional como também para outras nações do cone Sul da América.

Na primeira década a empresa estava fabricando quase dez modelos distintos e fazendo maior sucesso em termos de vendas.    As unidades nacionais junto com os modelos importados formaram coleção que aumentaram a presença da marca no país em nível a se considerar positiva. Tecnologia nacional e internacional entra em convergência no sentido de aprimorar não apenas o design como também a tecnologia que envolve a linha automotiva. De acordo com estatísticas realizadas por conta da fábrica nacional aumentou o nível de satisfação entre a clientela que com o tempo se torna mais fiel e confiante da qualidade.

Primeiro Compacto Japonês no Brasil

Foi no começo da segunda década do século XX que a fábrica começou a distribuir modelos compactos, como no caso do Nissan March, por exemplo. Não se pode ignorar o fato que esse foi o primeiro compacto do Japão que foi vendido em terras nacionais. A grande parte das pessoas que opinam em fóruns de notícia sobre a marca tecem elogios no desempenho e estabilidade que existe no modelo automotivo.

União com Renault: Fábrica da Nissan no Brasil

Junto com a Renault a Nissan aumentou a capacidade de gerar automotivos de forma anual, com o valor de sessenta mil unidades. Embora a fábrica principal se concentre na região do Paraná vale ressaltar que existem sedes administrativas na capital e no interior de São Paulo, de forma precisa em Judiai. Ao todo há valor além do que trezentos funcionários que exercem trabalho forma para a marca brasileira com fábricas no Brasil.

Planos Ambiciosos: Fábrica da Nissan no Brasil

De acordo com informações colhidas no site oficial da Nissan existe plano para que a empresa aumente o campo de atuação no mercado nacional até o ano de 2014 ao alcançar pelo menos cinco por cento das vendas gerais. O plano começou no ano de 2008 e o empreendimento começou a colher os frutos em virtude dos investimentos. Entre 2009 e 2010 as vendas da marca em território nacional aumentaram em quase sessenta por cento. Não se pode ignorar o fato de que no ano seguinte as vendas aumentaram em quase noventa por cento.

Fabricante de Automóveis com Maior Crescimento no Brasil

Foi em 2012 que aconteceu o recorde ao conseguir elevar a taxa de vendas da casa das cem mil unidades, aumento além do que sessenta por cento se comparar com o período anual anterior. Conforme informações colhidas do site oficial a Nissan representa a marca no Brasil que apresentou maior registro de aumento de unidades automotivas vendidas entre 2010 e 2012.

Interessante notar que a empresa japonesa com fábrica no Brasil apostou alto em terras nacionais com a presença do compacto que representa sucesso de vendas com a possibilidade de registrar os cinco por cento de presença em nível mercadológico que o empreendimento almeja ter até o ano de 2014. Com o sucesso das vendas a empresa também tem a ambição de atingir a casa dos 240 pontos em unidades vendidas até o final de 2016 contra os cem pontos registrados em 2012. Há quem diga que a Nissan tem possibilidade de conquistar os planos desejados ao levar em conta que está presente em todos os Estados do Hemisfério Nacional junto com o DF (Distrito Federal).

Nova Fábrica Nissan no Rio de Janeiro

Com o sucesso que conquista no território nacional e para conseguir atingir a média de cinco por cento das vendas ao solo nacional a Nissan não está com os braços cruzados e anunciou que vai construir nova fábrica no Rio de Janeiro, município de Resende. Notícia interessante não apenas por quem busca emprego na área de automotivos como também entre os cariocas que utilizam veículos da marca e precisam realizar manutenção de forma constante.

Com investimento de quase três bilhões de reais a empresa garante que vai proporcionar quase dois mil empregos formais e por consequência aumentar o nível de produção para valor de quase duzentas mil unidades.

Não se pode ignorar o fato que esse foi um passo no qual a empresa japonesa realçou os laços com o Brasil, de forma principal ao levar em conta o aumento do poder de consumo do público nacional em um mundo que ainda sofre por conta da crise mundial que explodiu no final da primeira década do século XXI. 

De acordo com a nota oficial no site da empresa a fábrica vai atuar com foco em desenvolver modelos ao ponto de produzir e realizar lançamentos com preços em conta, o que pode aumentar as chances do empreendimento aumentar o número de vendas no Brasil. Entre as linhas de produção existe o foco que se concentra em produzir unidades compactas e populares entre o público nacional.

Interessante notar que o trabalho vai começar durante os seis primeiros meses de 2014 e deve aquecer o mercado automotivo à geração de empregos entre especialistas. De forma prática esse tipo de procedimento tem importância em nível a ase considerar sob a ótica da estratégia global que a empresa possui em dominar o mercado nacional e ser a primeira entre as fabricantes japonesas que vendem veículos no Brasil.

Até 2016 a empresa não deseja apenas atingir cinco por cento das vendas em terras verde e amarela como também em alcançar a quarta posição em nível global.

A cidade de Resende não foi escolhia por um acaso. Vale ressaltar que o município do Rio de Janeiro se encontra próximo das regiões portuária, o que facilita inclusive sob a ótica de exportação. Também existem maiores chances de chegar peças do mercado internacional para aquecer a produção de veículos em terras nacionais. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Mecânica

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *