Carros Autônomos Funcionamento

Quando em 2010 o Google anunciou o projeto de desenvolvimento de um carro autônomo algumas pessoas não levaram muito a sério a ideia de produzir um carro que se não precisa de um motorista para ser guiado. No entanto, diversas pesquisas foram desenvolvidas nesse sentido e o Brasil não ficou de fora.

O avanço foi tanto que as pessoas passaram a ver os carros autônomos como os automóveis do futuro. Porém, ainda fica a dúvida sobre como esses carros se movimentam sem o controle de uma pessoa? A seguir vamos explicar tudo sobre o funcionamento dos carros autônomos. Quem sabe você pode ter um desses.

CaRina

No Brasil estão sendo desenvolvidos dois projetos de carros autônomos, o CaRina e o Cadu. O primeiro está sendo desenvolvido no Laboratório de Robótica Móvel da USP em São Carlos. O controle desse carro tem como base três sistemas principais que são processamento, percepção e atuação.

O sistema de percepção é formado por sensores a laser, câmeras e GPS. Aliás, esse GPS do CaRina oferece mais precisão do que os aparelhos GPS convencionais. Como é mais preciso esse aparelho permite que o carro siga uma rota mais determinada. Já o papel das câmeras (localizadas na parte da frente do veículo) assim como os sensores percebem os obstáculos e assim evitam que aconteçam colisões.

O Carro Autônomo do Google

No carro autônomo do Google é possível encontrar um sensor LIDAR (Light Detection And Ranging) em cima do carro. Esse sensor faz a detecção da luz e através disso cria um tipo de mapa em 3D do entorno num raio de uns 60 metros. Outro ponto interessante é que uma câmera capta sinais de trânsito e obstáculos que aparecem a sua frente.

Além disso, o carro ainda possui quatro sensores distribuídos na parte da frente e de trás do carro que tiram a medida da distância dos obstáculos que se apresentam. Os dados que esses equipamentos enviam são então interpretados por programas de computador que fazem o processamento dos mesmos. Nesse contexto o computador age como o cérebro do carro uma vez que ele identifica o que vem pela frente e então decide qual é a ação que deve tomar. As ações são tomadas conforme as informações de percepção e de metas que foram pré-determinadas como o local para onde está indo.

Navegação do Carro

O veículo autônomo do Google ainda conta com um sistema que faz o trabalho de navegação do mesmo. Com o auxílio de motores elétricos que são acionados por um computador o carro acelera, freia e gira o volante. Geralmente esse sistema trabalha tendo como base a mecânica de um carro convencional.

O controle do volante pode ser feito devido a um motor que é preso magneticamente na barra de direção. O freio, por sua vez, é acionado por um motor que tem a capacidade de dar um empurrão no pistão que faz pressão sobre o pedal que então responde. Também a aceleração é controlada através de um circuito eletrônico. Em geral esses sistemas estão localizados abaixo do painel e não ficam a vista do motorista.

Computadores do CaRina

O CaRina, o carro brasileiro, conta com dois computadores, um deles fica no porta-luvas e outro no porta-malas. A função do primeiro é recolher informações da rede interna do carro como a marcha, velocidade e rotação do motor para acionar a aceleração e o freio do veículo.

O computador que está localizado na mala do carro tem como função receber as informações produzidas pelos sensores e processar as mesmas para que possa tomar decisões a respeito do percurso que deverá ser feito. A comunicação entre os dois computadores pode ser feita por meio de uma rede interna que existe no veículo. A alimentação dos sistemas fica por conta da bateria do carro.

Versões das Empresas dos Carros Autônomos

As pesquisas e as expectativas em relação aos carros autônomos têm crescido muito nos últimos anos e como reflexo disso as montadoras também tem anunciado as suas versões de veículos que não necessitam de motoristas. Dentre as marcas que embarcaram nessa onda estão Toyota, BMW, Nissan e Audi.

Toyota

A Toyota tem como proposta um carro com um sistema de comunicação para dialogar com outros veículos. O autônomo da montadora teria a capacidade de enviar sinais para outros automóveis para dar a indicação das condições em que a estrada se encontra a frente e se existe a necessidade de reduzir a velocidade.

Audi

O foco da Audi é criar um carro autônomo que seja capaz de encontrar vaga de estacionamento sozinho assim como estacionar sem precisar da intervenção humana. Além disso, o modelo conhecido como NSC-2015 promete uma integração completa com o smartphone do dono do carro que torne possível para ele visualizar tudo o que está no seu entorno.

No Momento

Quando pensamos em carros autônomos é normal que consideremos algo de filmes de ficção científica do futuro. Contudo, mesmo que não exista ainda a previsão da chegada de um carro desses ao mercado já é possível integrar essas tecnologias aos veículos comuns. Esses recursos podem ser usados para tornar a direção dos carros comuns mais segura e confortável tanto para o motorista como para os passageiros.

Um bom exemplo disso é o sistema em que o carro estaciona sozinho e também o sistema de segurança ativa que fazem com que o carro freie num caso em que exista a possibilidade de colisão. Esses sistemas já estão sendo vendidos como opcionais por algumas montadoras. Com isso percebemos que mesmo que ainda não existam carros sem motorista pelas ruas eles não são totalmente ficção científica, não é mesmo?

2020

Os especialistas em carros autônomos acreditam que até 2020 será possível contar com esses veículos pelas ruas uma vez que a tecnologia irá se tornando mais acessível e sendo mais simples de ser realizada no dia a dia. Também haverá uma melhor compressão do recurso e será mais simples que as pessoas se adaptem a essa possibilidade que permitirá reduzir os acidentes de trânsito significativamente.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *