Carros Turbinados do Brasil

Para quem pensa que carro turbinado é só carro fabricado no exterior e/ou modificado precisa conhecer os modelos que se enquadram nessa categoria e que são produzidos em território nacional. Os carros turbo são aqueles que possuem um turbocompressor que confere mais potência para o motor do carro.

O mecanismo de funcionamento desse turbocompressor é bastante simples de entender, basicamente ele utiliza a energia cinética criada pelos gases emitidos pelo escapamento acionando assim um compressor que torna possível que o motor receba mais massa de ar. A invenção desse turbocompressor é de autoria de um engenheiro suíço e está presente no mercado automotivo desde o começo do século XX.

Embora não seja uma invenção relativamente nova, o turbocompressor, só se tornou uma realidade para carros fabricados no Brasil a partir da década de 1990. A seguir vamos te apresentar com mais detalhes os principais modelos de carros turbinados do Brasil. Carros que fizeram história sendo fabricados em nosso país pelas mais variadas montadoras.

Up TSI

Up! TSI

Conheça Carros Turbinados do Brasil

Carro Turbinado: Fiat Uno Turbo

O primeiro carro com turbocompressor de fábrica a ser lançado no Brasil, o Fiat Uno Turbo, chegou ao mercado no ano de 1994. Esse modelo contava com potência de 118 cv e torque de 17,5 mkgf. Quem acelerasse esse carro conseguiria ir de 0 a 100 em 9,2 segundos (nessa época essa era uma marca impressionante).

Toda essa potência era obtida por meio de um motor com 1.372 cm3 que contava com 08 válvulas da família Sevel. Tinha ainda uma turbina Garrett T2 com 0,8 bar. Compreendendo que um carro turbinado não é feito apenas de um bom motor a montadora adicionou a esse modelo suspensão recalibrada e rebaixada em 10 milímetros.

Os discos de freio se tornaram maiores, os amortecedores passaram a suportar uma quantidade de carga maior além de que esses carros receberam a instalação de um radiador de óleos. Por fim o Uno Turbo ainda tinha a vantagem de pesar somente 975 quilos de maneira que deixava rivais com muito potencial – como Ford Escort XR3 e o VW Gol GTi – para trás.

Linha de Produção

O modelo que ainda contava com bancos esportivos e painel com manômetros turbo não ficou muito tempo no mercado nacional tendo apenas 1.081 unidades produzidas. Foi descontinuado em 1996.

Carro Turbinado: Volkswagen Golf GTI

Um modelo turbo interessante que combinava a potência impressionante de um ótimo motor turbo com um visual careta que deixava a desejar. Quando o Golf já estava em sua quarta geração a Volkswagen resolveu que a filial brasileira também iria fabricá-lo incluindo sua versão GTI esportiva, algo que tornou o carro dos sonhos dos amantes de velocidade mais acessível.

Os primeiros modelos fabricados nacionalmente contavam com motores 1.8 turbo e 150 cv. Passado pouco tempo houve a substituição por um motor mais potente de 180 cv. O motor realmente despertava o interesse dos fãs de esportivos, mas o visual era muito sem graça. Os modelos europeus passaram por uma renovação de estilo no ano de 2003, por aqui demorou um pouco mais, foi apenas em 2007 que foram feitas algumas alterações, nada concretamente significativo.

Apesar da mudança visual não ser muito grande surgiu um novo GTI no mercado que contava com uma alteração que permitia que o motor identificasse que tipo de gasolina estava sendo usada de maneira que quando era aditivada a sua potência aumentava de 180 cv para 193 cv.

Linha de Produção

Em 2009 o GTI deixou de ser produzido no Brasil e o modelo só voltou ao mercado em 2014, mas dessa vez importado da Alemanha.

Carro Turbinado: Fiat Tempra Turbo

O Tempra era uma aposta da Fiat desde o ano de 1990 quando foi lançado na Itália. A característica mais marcante desse carro era a sua traseira ligeiramente mais alta que dos outros carros. Sendo considerado um carro bonito não demorou para chamar a atenção do mercado brasileiro sendo trazido para cá no ano de 1991, porém, ele tinha um problema grave, seu motor tinha um desempenho muito fraco sendo um 2.0 de 99cv.

A solução encontrada foi trocar o motor por um 2.0 de 16v e 127 cv. Para tornar seu modelo mais bonito mais aceito no mercado a Fiat apostou na criação de uma versão turbo. Em 1994 chegava as ruas do Brasil o modelo Tempra Turbo com 165 cv e torque máximo de 26,5 mkgf (disponíveis com 3.000 rpm). O motor ia de 0 a 100 km/h em 8,2 segundos.

Uma das grandes preocupações de turbinar o Tempra era mantê-lo como um carro seguro e para isso os engenheiros apostaram no redimensionamento do sistema de freios bem como no reforço da suspensão. As rodas de liga leve e o aerofólio traseiro combinavam muito bem com a carroceria elegante de duas portas.

Linha de Produção

Em 1995 o motor turbo passou a compor a versão Stile, porém, isso não durou muito tempo saindo da linha no ano seguinte. Em 1998 foi a vez de descontinuar o propulsor de sobrealimentado. Contudo, nem tudo estava perdido uma vez que em 1999 chegou ao mercado o Marea Turbo.

Carro Turbinado: Audi A3 Turbo

Um modelo compacto e com um motor poderoso, o Audi A3, passou a ser produzido em território nacional no ano de 1999. Esse modelo tornou a Audi mais conhecida em nosso país. A fabricação nacional contava com diferentes motorizações: 1.6 com 101 cv, 1.8 com 125 cv, 1.8 com 125 cv além das duas poderosas versões turbo do Audi A3, ambas com motor 1.8 podiam ser encontradas em versões com 150 cv e 180 cv.

Para identificar esses modelos o seu nome vinha acompanhado de uma letra T em vermelho. Os modelos contavam com carroceria de duas e quatro portas. Ao longo dos anos em que foi fabricado nacionalmente esse modelo quase não teve modificações.

Linha de Produção

O Audi A3 foi fabricado no Brasil até o ano de 2006 quando foi substituído pelo hatch por aqui e em outros países.

Carro Turbinado: Fiat Marea Turbo

A produção do Fiat Marea no Brasil teve início no ano de 1998 com os modelos sedã e weekend (perua) que eram exclusivos da filial nacional. Como o motor desse modelo era reforçado com uma turbina Garrett T28 conseguia fazer de 0 a 100 km/h em apenas 8,2 segundos. O motor 2.0 com 05 cilindros com 20 válvulas contava com 182 cv com torque máximo de 27 mkgf e com 2.750 rpm.

O Marea ainda contava com um coletor de admissão próprio além de pistões e bielas redimensionados. A suspensão passou por recalibramento embora não contasse com controle de tração ou de estabilidade. O visual desse carro marcou o mercado por sua discrição sendo que o seu ponto mais marcante eram as entradas de ar presentes no capô. Tanto as rodas como as grades dianteiras eram exclusivas.

Linha de Produção

O Marea Turbo elevou a qualidade desse setor de carros turbo tornando difícil o trabalho de modelos como o Audi A3, contudo, foi descontinuado no ano de 2007. No total foram produzidas 2.690 unidades do modelo.

Carro Turbinado: Fiat Linea T-JET

Um dos objetivos da Fiat com o lançamento do Linea T-JET, em 2008, no mercado nacional era repetir a dose do sucesso do Tempra. Porém, mesmo esse modelo tendo as suas qualidades não conseguiu o mesmo feito. Das duas versões de motorização do Linea o destaque ficava com a versão 1.4 16V Turbo especial para o modelo T-JET.

O modelo sedã era capaz de ir de 0 a 100 km/h em apenas 10,2 segundos contando com 152 cv e ainda 21,1 mkgf. Sua velocidade máxima era de 202 km/h. Um dos motivos que contribuiu para que esse modelo não fizesse sucesso no mercado era que ele não tinha uma vocação esportiva genuína.

Linha de Produção

Os resultados ruins de vendas fizeram com que o Fiat Linea T-JET fosse descontinuado no ano de 2014.

Carro Turbinado: Volkswagen Gol e Parati Versão Turbo

Foi no ano de 2001 que a VW lançou no mercado nacional o Gol 16V Turbo e Parati. O modelo se destacava por ir de 0 a 100 km/h em apenas 9,8 segundos devido ao motor com 112 cv – bem acima dos 76 cv do modelo original. A velocidade máxima do modelo era de 191 km/h.

Pelo fato de ter um desempenho muito acima daquele dos modelos com motores 1.6, 1.8 e até mesmo 2.0 o carro precisou passar por algumas substituições de peças por outras mais fortes. Algo que agradou e muito os fãs de carros potentes foi que essa nova motorização eliminava o tempo preguiçoso de resposta do motor.

Linha de Produção

Os modelos Gol e Parati saíram de linha em 2004, contudo em 2015 a VW lançaria o Up! TSI com turbocompressor.

Carro Turbinado: Fiat Punto T-JET

O modelo T-JET lançado em 2009 chegou para consolidar de vez a imagem de que o Fiat Punto é um carro esportivo. Embora o modelo lançado em 2007 tivesse um belo visual esportivo demonstrava pouca vocação em termos de motorização. Nessa versão T-JET, o Punto, recebeu 1.4 16V Turbo.

Com essa nova configuração o hatch com apelo esportivo era capaz de fazer 0 a 100 km/h em apenas 9,3 segundos com potência de 152 cv e 21,1 mkgf. A renovação não ficou restrita somente ao motor, o visual foi alterado com parachoques exclusivos além das rodas de liga leve de 17’’. A parte interna ganhou todo o estilo de painel com a mesma cor da carroceria e bancos esportivos.

Linha de Produção

Ainda sendo fabricado o modelo foi reestilizado no ano de 2012 sendo que a grande inovação ficou por conta do seletor de modos de condução que adicionava mais sensibilidade ao acelerador.

Carro Turbinado: Volkswagen Up TSI

O primeiro modelo da montadora a chegar ao mercado brasileiro com o motor EA-211 1.0 Turbo. O modelo conta com até 105 cv quando é abastecido com etanol sendo que o conjunto se destaca por 16,5 mkgf estando disponíveis somente em 1.500 rpm. O modelo vai de 0 a 100 km/h em apenas 9,1 segundos.

Sua velocidade máxima é de 182 km/h e esse modelo de motor é oferecido na versão TSI. O modelo conta com tampa preta em versão brilhante parecida com a versão europeia desse carro. Tem ainda uma versão chamada de Speed Up! que tem adesivos laterais azuis com um estilo mais esportivo.

Linha de Produção

Ainda está sendo produzido.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Carros Tunados

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *