Carros Equipados e Tunados

Ter um carro é um sonho de muitos brasileiros, principalmente, entre os jovens, que, ao tirarem a habilitação para dirigir pensam na independência que irão obter ao ter o seu próprio carro. O Brasil é um mercado importante para a indústria automobilística, por conta dessa paixão nacional pelos autos.

Não é atoa, também, que o preço dos carros no país são altíssimos. Além da excessiva carga tributária por parte do governo, que abocanha uma boa parte do valor final do carro, os brasileiros, ao verem no automóvel um símbolo de status e ascensão social, contribuem para a política dos altos preços praticados por automóveis que, às vezes, não valem tanto o investimento.

Mudando um pouco o foco do assunto, não são somente os carros saídos da linha de fabricação que são um desejo das pessoas. Muitas gostam de equipar o seu carro a seu gosto: pintando de uma cor diferente, colocando detalhes, rebaixando, enfim. São infinitas as possibilidades para customizar os automóveis ao gosto pessoal.

E é sobre esse assunto que o nosso tema de hoje irá abordar: carros equipados e tunados. Nesse artigo, iremos falar um pouco sobre os carros customizados e tunados, bem como algumas informações importantes sobre a prática de tunar e equipar os veículos. Vamos lá?

Qual foi a Origem dos Carros Equipados e Tunados?

Os carros equipados tiveram início ainda com a invenção do automóvel, no século XIX, ou seja, a prática não é recente, apesar de essa prática estar mais contundente nos dias de hoje.  No entanto, há indícios da customização de carros ainda na idade média, ou seja, as charretes e carroças da época eram equipadas e tunadas a gosto do proprietário, mas sem a pompa que existe hoje, isso devido a pouca tecnologia existente naquela época. Os proprietários de tais veículos solicitavam uma pintura, rodas ou aparatos diferenciados, com o intuito de se destacar dos outros veículos existentes na época, que não havia muitos.

A febre da equiparação nos automóveis começou nos idos dos anos 1990, com a popularização ainda maior dos carros e, como atrativo para a compra, as indústrias automobilísticas introduziram o “tunning” nos carros, sendo que essa palavra significa toda e qualquer adaptação que possa ser feitos nos carros com intuitos estéticos ou para melhor desempenho da máquina. O tunning depende somente da condição financeira de quem pretende tunar o seu carro, além da criatividade de quem planeja alterar algumas funções do veículo por meio do tunning.

Engana-se quem pensa que o tunning está somente relacionado com a colocação de peças no exterior ou interior do carro, como forma de decoração ou melhoria de desempenho. O tunning também está intimamente ligado com a colocação de sons mais elaborados no automóvel, como aqueles que possuem grande potência. É realizado, inclusive, alguns concursos para encontrar qual é o som mais potente, reunindo vários carros.

Alguns carros se destacam também por incorporarem luzes em suas latarias, geralmente, de neon, que é uma lâmpada muito utilizada em faroletes e em placas de comércios. Geralmente, o neon fica na parte de baixo do carro, iluminando o chão, dando um efeito mais legal enquanto o carro faz o seu trajeto. No entanto, alguns “ousaram” mais e instalaram neons em toda a lataria do automóvel, fazendo com que a presença do veículo em algum lugar ficasse difícil de não ser notada.

Como Tunar o Próprio Carro?

Se você é um amante das tunagens e modificações em veículos, pode aprender a tunar seu carro seguindo algumas dicas, que serão de muita utilidade para atingir o seu objetivo. Veja algumas delas a seguir. No entanto, tenha em mente que as modificações podem ser feitas até certo ponto, isso porque a legislação em atividade hoje no Brasil determina que todas as modificações realizadas nos carros devesse ter acompanhamento das autoridades. Se tal lei for desrespeitada, o Contran estabelece uma penalidade, que é o pagamento de multa de pouco mais de 127 reais com a aplicação de cinco pontos na carteira de habilitação do proprietário do veículo.

– O motor do veículo é um dos chamarizes para as modificações, pois muitas pessoas desejam aumentar a potência dos motores de seus carros, por estarem insatisfeitas com o modelo padrão que sai de fábrica. No entanto, a lei em vigor atualmente no país determina que a potência de um veículo deva ser aumentada em apenas 10%, no máximo.

– Para quem pensa em tunar os freios do veículo, é melhor prestar atenção nisso aqui: é proibida, por lei, a alteração dos freios que vieram de fábrica. No caso das suspensões, também é proibido o uso delas contendo uma regulagem de altura.

-As rodas e os pneus são as peças veiculares mais queridinhas pelos donos de veículos para alterações. Isso porque a roda causa um diferencial no carro, podendo chamar a atenção. No entanto, o diâmetro da roda não pode ser alterado, e, também, não pode exceder os limites externos do para lamas.

-Para o visual externo, muitas coisas são permitidas, como, por exemplo, a colocação de bodykit ou de um spoiler. No entanto, as medidas do caro devem ser respeitadas e, portanto, não se pode colocar nenhum adereço que possa atrapalhar a visão periférica tanto de quem está dentro do veículo como quem está fora.

-O rebaixamento do carro é uma outra opção bastante desejada pelos consumidores, sobretudo, os mais jovens. O ato de rebaixar o carro se justifica na alteração das molas da suspensão, fazendo com que o carro fique mais baixo. No entanto, antes de o carro alterado sair andando, é necessário o aval da Inmetro, que inspecionará o carro e dirá se ele poderá, enfim, sair às ruas ou deverá ser submetido a ajustes.

-Para alterar a cor do veículo, é necessário alguns cuidados. Se a alteração abranger mais da metade do carro, é necessário alterar os documentos do veículo, pois é considerado que foi realizada uma alteração substancial na aparência do veículo. Pinturas ou adesivos colocados em pequenas partes, são liberados sem a necessidade de fiscalização.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Carros Tunados

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *